Blog

Está com raiva ou mágoa de alguém?

November 20, 2016

São muitas as pessoas que afirmam que não conseguem sentir raiva, então preferem dizer que estão “sentidas” ou “magoadas”. Afinal, foi incutido que ter raiva não é correcto. Mas apesar de ser socialmente aceite, a mágoa é ainda mais agressiva e prejudicial que a própria raiva, pois é a raiva simplesmente disfarçada!

A raiva torna-o cego e faz-lhe desejar muito mal ao outro. Mas na verdade, a raiva é um veneno que se toma, e acredita-se que é o outro quem vai morrer.

Como é que se liberta da raiva?

Como é que se liberta da Raiva e da Mágoa? Como?

 

A pergunta é importante, pois se não nos libertarmos de uma emoção tão corrosiva, a raiva irá corroer o nosso corpo e a nossa alma. Por outro lado, também não é correcto fazer mal a quem não age como nós queremos ou nos fez mal, certo?
A hipnose clínica tem uma resposta muito válida, pois esta forma terapêutica, contribui para o alivio das dores físicas e emocionais provenientes deste sentimento! Ajuda de um modo simples e eficaz a aliviar o seu coração e finalmente seguir em paz no seu caminho, pois ninguém nasceu para ser infeliz, concorda comigo?

Apenas precisa de ser honesto consigo próprio, e querer libertar-se! Não criar limites para a sua expressão e deixar as emoções seguirem o seu caminho!

Porque espera para encontrar a sua paz?

Agende já a sua consulta através do nº960023550.

Ricardo Pinto – Hipnose Clínica e Terapia de Vidas Passadas.

Please reload

Em destaque

Natal: Como Lidar Com A Dor Do Luto

December 15, 2017

1/3
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga-me no Facebook
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Pinterest Icon

Praceta Colégio de Gaia, 362 

2º direito, frente

4400 Vila Nova de Gaia

Tel.960023550

Hipnoterapeuta Clinico 

Hipnoterapeuta Regressivo ( TVP )

Coach - Certificado

Reiki Master

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Instagram Icon

© 2020 por Ricardo Pinto - Todos os direitos reservados